Lenine Póvoas é convidado para ser Procurador Geral da Câmara de Cuiabá/MT
O advogado Lenine Póvoas, filho da presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT), desembargadora Maria Helena Gargaglione Póvoas, deve assumir o cargo de procurador geral da Câmara Municipal de Cuiabá. O 1º secretário da Mesa Diretora da Câmara, vereador Dilemário Alencar (PROS), confirmou que o presidente da Câmara, vereador Justino Malheiros (PV), convidou o advogado para assumir o cargo de confiança e que aguarda resposta.

Caso aceite o convite, Lenine assume a vaga antes ocupada pelo ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil seccional Mato Grosso (OAB-MT), Francisco Anis Faiad (PMDB), que foi preso pela Polícia Judiciária Civil na 5ª fase da Operação Sodoma. Após a prisão, o próprio Faiad pediu a sua exoneração, por meio de carta manuscrita, elaborada de dentro do cárcere.

 

Nos bastidores, comenta-se que o presidente da Câmara, vereador Justino Malheiros (PV), queria insistir no retorno de Faiad ao cargo, quando Faiad pagou fiança e deixou a cela. Porém os demais vereadores não aprovaram a ideia. 

 

Já Lenine é referência na advocacia na área do Direito Eleitoral e teve o nome muito bem aceito pelos vereadores cuiabanos. “O nome dele recebeu boa aprovação não só da Mesa Diretora, mas do conjunto dos vereadores. Com a escolha dele nós estamos apontando para a sociedade que nos quadros da Câmara nós queremos pessoas de qualidade para ajudar que os vereadores façam um bom mandato em prol da sociedade cuiabana. Ele tem experiência, é qualificado”, afirmou Dilemário.

 

Para o vereador Felipe Wellaton (PV), Lenine representa sangue novo. “Entre a volta de Faiad e a vinda de Lenine, eu votaria pelo Lenine. O Faiad é um ótimo advogado, mas é a Justiça que deve julgá-lo. Mas o nome do Lenine refresca um pouco esse momento pesado da Casa. A gente não quer ligar essa imagem, sou vereador de 1º mandato e estou aqui pra fazer a diferença e dar um ritmo de trabalho”, avaliou Wellaton.

 

Felipe Wellaton (PV) destaca que a assessoria da Câmara é deficitária e não dá as orientações e o respaldo necessários aos vereadores para desenvolver bons projetos. Os vereadores acabam tendo que contratar assessorias jurídicas particulares para darem pareceres jurídicos sobre os projetos, indicações e debates.

 

Wellaton destaca ainda que o advogado Lenine tem muito a contribuir para melhorar essa estrutura jurídica da Câmara, pois além de advogado renomado, ele tem bom trânsito e conhece os traquejos políticos. O pai dele já foi político. “Vindo alguém com sangue no olho, com vontade de fazer a diferença vai destravar e acelerar os trabalhos administrativos e as matérias jurídicas”, destaca Wellaton.

 

O 2º vice-presidente da Câmara e presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), vereador Diego Guimarães (PP), também aprova a escolha. “É jovem, preparado, tem boa formação, vem se destacando no meio, mostrando que tem conhecimento jurídico e capacidade técnica para enfrentar grandes desafios. Ele é pós-graduado em São Paulo, ministra aulas, escreve belos artigos. Caso o presidente Justino Malheiros realmente opte pelo nome dele, a vinda dele vai enriquecer o Parlamento, vai vir a somar com essa visão do novo Parlamento. Não tenho dúvidas que precisamos de um procurador com este perfil”, avaliou Guimarães.

 

Segundo Dilemário, caso Lenine não aceite o convite, a Mesa Diretora não tem um plano B, mas vai buscar outros nomes nos quadros da OAB com o mesmo potencial e experiência.

 

Operação Sodoma

 

A Operação Sodoma, na qual Faiad foi preso, investiga fraudes em licitações de combustível, desvio de dinheiro dos cofres do Estado e caixa 2 para campanhas eleições na gestão do ex-governador Silval Barbosa (PMDB). Faiad foi secretário estadual de Administração, na época das fraudes. Conforme o Ministério Público, a SAD era o núcleo de cobranças de propinas e ameaças da organização criminosa. Faiad foi preso no dia 14 de fevereiro, sob suspeita de ter usado dinheiro de propina para custear a campanha para prefeito de Lúdio, na qual ele aparecia como vice na chapa.



Fonte: Hiper Noticias
Voltar